7

Belô Hill – Campeonato de Subidas

“BH tem muitos morros!” – Costuma argumentar quem não pedala pela cidade. Há quem pense que por essa característica geográfica BH não é feita para pedalar. Não é o raciocínio e a prática de quem usa a bicicleta nela. “Os morros de Belo Horizonte tornam ela única. Quem pedala aqui pedala em qualquer lugar. Pensando nisso resolvemos fazer um evento teste para celebrar as subidas da cidade”, declara Gil Sotero co-organizador do evento. 
De caráter experimental o Campeonato de Subidas premiou os “reis” e “rainha” da montanha em diversas categorias.

Houve ate uma bateria para quem chegar por último. Diversão e celebração (de perder o fôlego) que agitou o sábado, 21/05, próximo a Praça do Papa. 

O evento agradou quem compareceu e foi considerado mais uma ação para divulgar a cultura da bicicleta . “Foi muito bom e divertido ver o pessoal lá animado e disposto a encarar o desafio, eventos assim ajudam e muito no desenvolvimento da cultura ciclistica de BH” declarou co-organizador Vinicius Tulio, Bicicine. 

“Foi legal demais reviver o Desafio das Pirambas, feito pela primeira vez no finado fórum do MTB BH. 

A adesão foi sensacional, com 25 inscritos em 4 categorias.

* Fixa (vencedor Guilherme Grilo)

* Speed (Odilon Queiroz)

* Dobrável (Gabriel Braga)

*MTB (Phillipe Vieira)

Apenas uma mulher participou, de speed, a Lilian Parreiras. 

Ao Final, a categoria Tartaruga Alpinista premiou Luiz Batista, que foi aquele que subiu a ladeira mais devagar, dentre 21 inscritos!” Descreveu Vinicius Mundim que também organizou o Belô Hill. 

Agora é planejar as próximas, em outras regiões da cidade, com desafios bem característicos!

#Bhpedala, sobe e desce morro, cada vez mais!

Confira imagens 

Fotos Gil Sotero
IMG_3350 (2)IMG_3359 (2)IMG_3374 (2)IMG_3385 (2)IMG_3386 (2)IMG_3393IMG_3395 (2)IMG_3398 (2)IMG_3401 (2)IMG_3406 (2)IMG_3421IMG_3423IMG_3431 (2)IMG_3434 (2)IMG_3435 (2)IMG_3437 (2)IMG_3439 (2)IMG_3450 (2)IMG_3451 (2)IMG_3452 (2)IMG_3456 (2)IMG_3472 (2)IMG_3473 (2)IMG_3478 (2)IMG_3510 (2)IMG_3515 (2)IMG_3533 (2)IMG_3548 (2)IMG_3552 (2)IMG_3558 (2)IMG_3567 (2)IMG_3578 (2)IMG_3586 (2)IMG_3591 (2)IMG_3593 (2)IMG_3606 (2)IMG_3614IMG_3639 (2)IMG_3652

0

Sem fronteiras

“Sempre pedalei mas a bicicleta era apenas um brinquedo. Quando fui morar na França e Belgica percebi a quantidade de pessoas usando a bicicleta como meio de transporte e adotei ela como meu veiculo. Há cinco anos pedalo por BH. Comecei pelo meu bairro, fazendo curtas distâncias. As pessoas achavam loucura. Comecei a ir cada vez mais longe. Hoje Belo Horizonte não tem fronteiras para mim, rs”. Natália Tavares, professora de frances e psicóloga. 

Fotos: Gil Sotero

   
   

0

Contagem de ciclista ocorrerá durante o Dia de Bike ao Trabalho

Dia de Bike ao Trabalho acontece em todo Brasil nesta sexta, 13 de maio. Em Belo Horizonte haverá contagem de ciclistas como parte da programação.
O evento é inspirado no Bike To Work Day, realizado anualmente em vários cantos do mundo para promover a bicicleta como uma opção de transporte para o trabalho. “O objetivo é encorajar o aparecimento de novos ciclistas, bem como chamar a atenção para quem já faz uso da bicicleta como o meio de transporte diário” descreve o Bike Anjo BH, Ong que ajuda pessoas a usarem a bicicleta como meio de transporte na capital mineira e principal organizadora do Dia de Bike ao Trabalho.

Nesta quarta edição A organização do evento em Belo Horizonte pretende realizar a contagem fotográfica de ciclistas na ciclovia da Bernardo Monteiro. “Temos uma defasagem na contagem de ciclista em BH. A última foi realizada em 2011” declarou Guilherme Tampieri, intrigante da BH em Ciclo, Associação dos Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte, uma das organizações promotora do Dia de Bike ao Trabalho em BH. Ele também ressalta a importância de realizar o evento na ciclovia da Bernardo Monteiro. “Além de cortar uma importante avenida, a Afonso Pena, é parte da rota de ciclovias que liga a zona leste a centro-sul, regiões que apresentou um grande número de ciclistas segundo a pesquisa sobre o Perfil do Ciclista de Belo Horizonte realizada em 2015” completou Tampieri.

Bruno 4

A programação começa às 7h, com o tradicional café da manhã oferecido aos ciclistas e a presença dos voluntários do Bike Anjo e da BH em Ciclo, que estarão no local para tirar dúvidas e dar orientações. Quem passar por lá também poderá utilizar, gratuitamente, os serviços do Atelier Bicicine, para um ajuste rápido na bicicleta ou pequenos reparos.

Serviço:

Dia de Bicicleta ao Trabalho

Local: ciclovia da av. Bernardo Monteiro, esquina com av. Afonso Pena, no bairro Funcionários.
– Café da manhã, informações e orientações para os ciclistas: 7h-11h

– Oficina de pequenos reparos, em parceria com o Atelier Bicicine: 7-11h

– Campanha de informação em parceria com a BHTrans: panfletagem direcionada aos motoristas e aos ciclistas sobre segurança e convivência no trânsito.

– Contagem de ciclistas na ciclovia da av. Bernardo Monteiro, em parceria com a BH em Ciclo: 7h-19h

Link do evento no facebook
https://m.facebook.com/events/1083700651703212