Do jeito que eu quero 

“Quem fala que BH não é para bicicleta nunca tentou. A cidade tem corredores cicláveis que com pouco investimento possibilitarão irrestrito acesso. Para não suar, vou devagar. Depois que comecei a pedalar vi que podia sair bem mais à vontade. Em setembro passado, por exemplo, quando fez muito calor, eu me desloquei para o trabalho de sunga, mochila e tênis e vesti roupa somente no estacionamento. Se não tiver cauda, qualquer roupa que vista (ou não) serve para pedalar, rs”. Samuel Lima Xisto, professor. 

  

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s