Do jeito que eu quero 

“Quem fala que BH não é para bicicleta nunca tentou. A cidade tem corredores cicláveis que com pouco investimento possibilitarão irrestrito acesso. Para não suar, vou devagar. Depois que comecei a pedalar vi que podia sair bem mais à vontade. Em setembro passado, por exemplo, quando fez muito calor, eu me desloquei para o trabalho de sunga, mochila e tênis e vesti roupa somente no estacionamento. Se não tiver cauda, qualquer roupa que vista (ou não) serve para pedalar, rs”. Samuel Lima Xisto, professor. 

  

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s