0

Copa das Bicicletas

Por Gil Sotero

A COPA começou e com ela 31 países chegaram ao Brasil trazendo na bagagem a alegria e traços de suas respectivas culturas. O evento é ótimo para atiçar a curiosidade sobre esses países, então resolvi começar este post: Como se pedala neles? A idéia é pegar algumas imagens e acrescentar informações.

Vou começar pelo nosso próximo adversário: a seleção da República de Camarões.

1. Camarões
O país é considerado uma África dentro da África, devido a diversidade cultural e geológica, são mais de 200 etnias que habitam regiões que vão da savana a montanhas e praias. Faz fronteira com a Nigéria e sua capital é a cidade Yaoundé. Lá se fala francês e inglês e a população ultrapassa 18 milhões. O território é menor que Minas Gerais. Parece que a bicicleta é muito usada como transporte é para carregar mantimentos pela população.

20140619-100010-36010743.jpg

20140619-100011-36011060.jpg

20140619-100011-36011346.jpg

2. Uruguai
Nosso vizinho, que já tive oportunidade de conhecer, é perfeito para pedalar! O Uruguai é um dos países mais desenvolvidos da América do Sul, com um dos maiores PIB per capita, e 1º no ranking em qualidade de vida/desenvolvimento humano na América Latina. Também é o segundo menor país da América do Sul (a Guiana Francesa é o menor) e sua paisagem é constituída principalmente por planícies e colinas baixas, isso garante paisagens lindas e terreno praticamente plano para pedalar!. Os uruguaios pedalam e muito. A capital é Montevidéu e a população total do país não chega a 4 milhões.

20140619-101111-36671371.jpg

20140619-101111-36671253.jpg

20140619-101111-36671499.jpg

3. Japão

Os japoneses estão dando um show de civilidade e consciência. Ao terminar os jogos recolhem todo o lixo e até quando precisam sair de algum lugar, respeitam filas e se portam de forma ordeira.
O país é um arquipélago de 6 852 ilhas. A maior parte das ilhas é montanhosa, com muitos vulcões como, por exemplo, os Alpes japoneses e o Monte Fuji. O Japão possui a décima maior população do mundo, com cerca de 128 milhões de habitantes. A Região Metropolitana de Tóquio, que inclui a capital de facto de Tóquio e várias prefeituras adjacentes, é a maior área metropolitana do mundo, com mais de 30 milhões de habitantes, ou seja é o pais mais densamente habitado do planeta. Por isso espaço é escasso e bicicletas são super incentivadas!

Aqui você pode assistir um documentário de dois viajantes que cruzaram o pais de bicicleta! Maravilhoso.

20140619-101609-36969910.jpg

20140619-101610-36970269.jpg

20140619-101611-36971069.jpg

4. Holanda

No futebol os laranjas holandeses estão dando um show! Os carrascos do Brasil na Copa da África do Sul (quando nos eliminaram) são verdadeiros pedalinos também. A Holanda incentiva o uso da bicicleta desde a década de 70. Também pudera, são cerca de 450 habitantes por metrô quadrado. Se todos tivessem um carro não sobraria cidade. Por isso em Amsterdam cerca de 50% dos habitantes usam a bicicleta para se deslocar. É um país sem grandes relevos, com políticas de incentivo governamentais para o uso da bicicleta bastante consistentes . São mais de 20 mil quilômetros de ciclovias espalhadas pelo país.

20140620-092046-33646218.jpg

20140620-092046-33646073.jpg

20140620-092046-33646818.jpg

5. Itália

Pela primeira vez na história da Itália as vendas de bicicletas superaram as de automóveis (em 2012). As prefeituras italianas estão incentivando o uso da bicicleta como mobilidade urbana. Nada mal para um país milenar cujo uso do carro chegou a ser quase três vezes maior do que o restante da Europa. Os Italianos, todos sabem, são autores do design impecável. Que o diga as ruas de Milão quando avista Giuliano Alborghetti, um dos senhores mais elegantes da Itália que pedala todos os dias com seu charuto, uma bicicleta vintage e roupas de cortes perfeitos. Certamente a Itália inspira pela arte, cultura e história e de bicicleta deve ser perfeito visitá-lo.

20140620-092157-33717994.jpg

20140620-092158-33718592.jpg

20140620-092158-33718354.jpg

6. Australia

Na Austrália bicicleta é considerada veículo, com o uso do capacete obrigatório. Isso fez cair em 37% o número de viagens diárias feitas com a bicicleta. Mesmo assim o pais conta com uma boa estrutura para quem pedala na cidade. Há rodovias em que as bicicletas são proibidas porém pode-se andar nas calçadas, desde que se dê prioridade ao pedestre. A população chega a 24 milhões e para um australiano é o melhor país do mundo. Pelos relatos de quem já esteve lá a Austrália é um lugar muito especial para turismo porque oferece um pouco de tudo para qualquer tipo de viajante. Já no futebol precisam melhorar muito ainda! Rs rs

20140620-092234-33754362.jpg

20140620-092234-33754950.jpg

20140620-092234-33754633.jpg

7. Alemanha

Com quase 82 milhões de habitantes, a Alemanha é o país mais populoso da Europa, superado apenas pela Rússia. Em Berlim, na Alemanha, a prática de andar de bicicleta muito comum. Elas são usadas por pessoas de todas as idades e não só para passeio. Até mesmo hospitais possuem estacionamento para as bikes. Devido às intervenções do Senado, que buscava aumentar para 15% o uso de bicicletas como meio de transporte, o número de usuários aumentou bastante. Nos últimos anos, intensificou-se o desenvolvimento de infraestrutura de ciclovias, que foram duplicadas e 40 estações de bicicletas já foram feitas. A Alemanha anunciou também projeto ambicioso de fazer ciclovias nas rodovias que atravessarão o pais!

Na Copa Alemanha está bem e é uma das fortes candidatas a taça. Só isso porque essa Copa é da América Latina.

20140625-225618-82578266.jpg

20140625-225616-82576450.jpg

20140625-225617-82577956.jpg

8. Irã

A história da República Islâmica do Irã, é riquíssima pois se trata de uma das mais antigas entre as grandes civilizações de existência contínua.

Capital Teerã e 68 milhões de habitantes, localizada no sudoeste asiático, entre o Iraque, a oeste, e o Afeganistão e o Paquistão, a leste, o Irã é banhado pelo Golfo de Omã, pelo Golfo Pérsico e pelo Mar Cáspio. Com uma área de 1 648 000 quilômetros quadrados, o Irã é o décimo-sexto maior país do mundo em território, o que equivale aproximadamente à área do estado do Amazonas, no Brasil, ou um pouco maior do que as áreas de Angola e Portugal somadas. Segundo um viajante que já esteve lá as bicicletas são meios de transporte utilizados por trabalhadores que encaram um trânsito mais caótico e perigoso que o de São Paulo. Gente que trilha um caminho alternativo ao da poluição e do medo, deixando as ruas mais bonitas.

Porém o Irã proíbe as mulheres de pedalar e esse fato somado a perseguição aos gays me faz nunca querer visitar o pais e desejei muito vê-los logo fora da Copa!

20140625-225800-82680857.jpg

20140625-225800-82680503.jpg

20140625-225801-82681032.jpg

9. Argentina

A Argentina é um país altamente urbanizado. As dez maiores áreas metropolitanas abrigam metade da população e menos de uma em cada dez pessoas vivem em áreas rurais. Cerca de 3 milhões de pessoas vivem na cidade de Buenos Aires e a área metropolitana da Grande Buenos Aires compreende uma população de 13 milhões de habitantes, o que a torna uma das maiores áreas urbanas do mundo.

Além disso, a prefeitura reduziu drasticamente a velocidade dos carros, aplicando zonas 20, 30 e 40km; criou um mapa cicloviário que ilustra toda a rede de estrutura interligada; lançou o “Mejor en Bici“, programa de empréstimo e aluguel de bicicletas para moradores de Buenos Aires; aumentou os horários destinados à bicicleta nos metrôs; valorizou e impôs que motoristas respeitassem o ciclista. E de repente, de uma maneira simples, rápida, barata e bastante efetiva, conseguiu transformar a cidade em nível europeu. Buenos Aires está se tornando uma cidade cada vez melhor para se pedalar. Achei interessante que vários argentinos vieram para BH e trouxeram as bicicletas em seus carros.

20140625-231644-83804189.jpg

20140625-231645-83805282.jpg

20140625-231644-83804905.jpg

10. Gana

Gana (oficialmente República do Gana; em inglês: Republic of Ghana) é um país da África ocidental, limitado a norte pelo Burkina Faso, a leste pelo Togo, a sul pelo Golfo da Guiné e a oeste pela Costa do Marfim. A capital e maior cidade de Gana é Acra. A palavra Gana significa “rei guerreiro” e é derivado do antigo Império Gana. Gana tem uma população de cerca de 24 milhões de pessoas. Gana é atualmente habitada por 52 etnias. O país não viveu grandes conflitos étnicos que criaram guerras civis em muitos outros países africanos. A língua oficial é o Inglês, no entanto, a maioria dos ganenses também falam pelo menos uma língua local.

A taxa de motorização vem crescendo no pais mas as bicicletas sempre tiveram vez. Gana produz bicicletas de bambu, matéria prima abundante no país, e exporta para vários países da Europa.

20140625-230014-82814157.jpg

20140625-230013-82813196.jpg

20140625-230013-82813808.jpg